Ceará tem 1101 vagas formais de emprego abertas nesta segunda (11)

Escrito por Redação, 06:00 / 11 de Janeiro de 2021.

Fortaleza é o município com o maior número de oportunidades

Sine/IDT está com 1101 vagas de emprego formal abertas no Ceará nesta segunda-feira (11). Do total, 68 oportunidades são voltadas para pessoas com deficiência (PcD).

Fortaleza é a cidade que concentra o maior número de vagas, com 385 no total, com destaques para os cargos de costureira de máquinas industriais, com 37 vagas, e  costureira em geral, com 25. 

A função de teleoperador é a que oferta o maior número de empregos, com 50 na capital cearense.

Em Fortaleza, são ofertadas 44 vagas para pessoas com deficiência. 

Sobral aparece logo atrás, com 173 oportunidades de emprego. Lá, os destaques ficam para os cargos de recepcionista atendente (15) e vendedor pracista (39).

A lista completa de vagas e o endereço dos postos do Sine podem ser encontradas no site do órgão

 Empresas de Quebéc, no Canadá, abrem mais de 200 vagas de emprego para brasileiros

 Edital para concurso da Polícia Federal deve ser publicado neste mês, diz Bolsonaro

 Empresa de telecomunicações abrirá 200 vagas em Fortaleza e Região Metropolitana

Serviço

Para ser atendido presencialmente, por conta das medidas de segurança da pandemia do novo coronavírus, é preciso fazer um agendamento pelo site do Sine. 

Confira os contatos e endereços das unidades do Sine em Fortaleza: 

  • Centro – Rua Assunção, 699 – Fone: (85) 2180-6214 – Email: vagas.centro@idt.org.br
  • Papicu – Rua Valdetário Mota , 970 – Fone: (85) 2180-6213 – Email: vagas.papicu@idt.org.br
  • Antônio Bezerra – Av. Demétrio de Menezes, 3750 – Fone: (85) 2180-6216 – Email: vagas.antoniobezerra@idt.org.br
  • Messejana – Av. Jornalista Tomaz Coelho, 408 – Fone: (85) 2180-6217 – Email: vagas.messejana@idt.org.br
  • Casa do Cidadão Shopping Benfica- Av. Carapinima, 2200 – Fone: (85) 2180-6215 – Email: vagas.benfica@idt.org.br

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios


ASSUNTOS RELACIONADOS

EconomiaEconomia/emprego


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.