Decreto específico para fim de ano passa a valer hoje (15); confira mudanças

Escrito por Redação, 06:00 / 15 de Dezembro de 2020.

Regras seguem até o próximo dia 4 de janeiro

novo decreto do governo do Estado, publicado nesta sexta-feira (11) no Diário Oficial do Estado (DOE), específico para o período de fim de ano no Ceará, passa a aplicar as novas regras a partir desta terça-feira (15), valendo até o próximo dia 4 de janeiro. Entenda as mudanças:

Comércio 

O comércio vai ter o horário ampliado, podendo abrir de 9h às 23h. No caso dos shoppings, cada estabelecimento definiu períodos específicos para a ampliação. Confira aqui a lista com os horários dos empreendimentos.

Praças de alimentação devem permanecer com encerramento às 22h. 

O decreto determina, ainda, que os shoppings tenham ocupação máxima de 50% da sua capacidade, com demarcação das vagas de estacionamentos que não podem ser utilizadas. 

Restaurantes e barracas de praia 

O horário de funcionamentos dos restaurantes foi reduzido, com encerramento definido para às 22h. A mesma redução vale para barracas de praia.  

Esses estabelecimentos têm limite para ocupação de 50% da sua capacidade, permitindo, no máximo, seis pessoas por mesa. Filas de espera na calçada ou o uso desse espaço para consumo no local, com pessoas em pé, também estão proibidos. 

Espaços para dança ou atividades semelhantes que possam caracterizar festa devem ficar vedados. 

 Decreto amplia limite de ocupação em hotéis a 80% e proíbe festas

 Fiscalização de aglomerações e eventos será intensificada a partir deste fim de semana no Ceará

 Comércio vai abrir de 9h às 23h, define Governo; veja o que muda com o novo decreto

Festas  

A realização de festas, privadas ou públicas, está proibida em todo o Estado, incluindo eventos sociais e corporativos.  

Apenas comemorações em residências são permitidas, com o máximo de 15 pessoas no local. Porém, nas áreas comuns residenciais, condominiais, de lazer e mistas, também estão proibidos os festejos. 

O decreto veda, ainda, festas de Réveillon promovidas por entes públicos. 

Hotéis e pousadas 

As hospedagens foram incluídas no hall das restrições do documento. Apartamentos ou quartos de hotéis e pousadas podem abrigar, no máximo, três adultos ou dois adultos com três crianças

Os estabelecimentos estão autorizados a ocupar até 80% de sua capacidade total. Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios


ASSUNTOS RELACIONADOS

Economia/comércioIsolamento Socialdecreto estadual


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.