Macrorregião do Cariri tem taxa de positividade de testes de Covid-19 maior que a média do Ceará

A macrorregião de saúde do Cariri tem taxa de positividade de testes de Covid-19 maior que a média do Ceará, conforme dados apresentados pelo secretário de Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), na manhã deste sábado (22), durante live para o anúncio do novo decreto de reabertura econômica.

Segundo o secretário, a macrorregião de saúde do Cariri registrou 58,21% de positividade. Já em todo o Estado, a positividade de exames está em 35%, ou seja, de cada 100 exames 35 são positivos para o novo coronavírus. Isso inspira muito cuidado”, alerta o titular da pasta.

Devido aos indicadores altos da doença, o governador Camilo Santana resolveu manter as regras do decreto de reabertura econômica no Ceará sem mudanças, porém, recomendará medidas mais restritivas para a região do Cariri.

Conforme Cabeto, a taxa de transmissão, que indica o risco de uma pessoa contaminar outra e usa a razão do número 1 para mensurar o controle da pandemia, também está alta na região do Cariri.

“Quando a razão é abaixo de 1, significa que a pandemia está em maior controle. (…)O que nos preocupa é a região do Cariri que vem mantendo sempre taxas acima de 1, tinha caído um pouco e voltou a crescer. Olhando pela ótica da taxa de transmissão nós temos uma especial atenção para a região do Cariri e também uma atenção para a região do Litoral Leste do Jaguaribe”, disse o secretário.

O número de internação de pacientes com o novo coronavírus na região também está alto. “Temos 67 pacientes todo tempo sendo transferidos”, relata o secretário.

Outros indicadores

Ainda conforme o secretário da Saúde, a taxa de positividade dos exames do novo coronavírus reduziu significativamente em Fortaleza. “Na região de Fortaleza nós temos uma redução permanente da razão, sempre abaixo de 1 e isso é muito bom”.

A capital cearense permanece com tendência na redução de atendimentos por Covid-19 nas emergenciais e nas Unidades de Pronto Atendimento (Upas). O número de pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ainda permanece elevado, de acordo com o secretário, com o tempo maior de internação.

“Esse panorama mostra o quão é importante ainda entender que a pandemia não cessou. É preciso ainda muito cuidado, pois temos números elevados”, disse Cabeto.

Porém, o número de pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Estado continua alto. “O número de pacientes internados em UTIs, ao nosso ver, ainda esta elevado, e temos um tempo de internação maior que o da primeira onda, isso porque a capacidade de atendimento aumentou, mas por outro lado sobrecarrega a rede”, explica o secretário.

Novo decreto

Camilo Santana anunciou neste sábado (22) o novo decreto de isolamento social no Ceará. — Foto: Reprodução

Camilo Santana anunciou neste sábado (22) o novo decreto de isolamento social no Ceará. — Foto: Reprodução

O governador do Ceará Camilo Santana (PT) anunciou neste sábado (22) que as regras do decreto de reabertura econômica no Ceará seguem sem mudanças, porém, vão ser recomendadas medidas mais restritivas para a região do Cariri. (veja regras abaixo)

As macrorregiões de Fortaleza e região Norte mantêm o mesmo nível de abertura de atividades não essenciais do decreto anterior, enquanto as regiões do Cariri, Sertão Central e Vale do Jaguaribe ficam em estágios menos avançados na flexibilização.

“Por conta dos números o Comitê decidiu que não haverá mudanças no decreto em relação a avanços na flexibilização, até porque nós estamos a uma semana com um último decreto e nós vamos aguardar duas semanas, são 14 dias, que é o período para que se possa avaliar epideologicamente qualquer mudança em relação os números. Por questões de cautela vamos manter o último decreto da semana passada”, disse Camilo.

O governador também ressaltou a preocupação com o aumento dos casos de Covid-19 na região do Cariri, o que o levará a recomendar medidas mais restritivas. “Também vamos recomendar medidas mais restritivas a região do Cariri, que é a região que nesse momento mais está nos preocupando, porque lá aumentou o número de casos, aumentou a demanda assistencial”, afirma o gestor estadual.

O anúncio foi feito após reunião com o comitê científico, formado por profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e representantes de Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho, e a Prefeitura de Fortaleza.

Veja o funcionamento das atividades nas regiões de Fortaleza e Norte:

  • O comércio de rua passa a funcionar das 10h às 19h, e os shoppings das 12h às 21h;
  • Os restaurantes e demais estabelecimentos de alimentação fora do lar têm autorização para funcionar das 10h às 21h, com capacidade até 50%, de segunda a domingo;
  • Nas academias, fica prolongado o horário de funcionamento até 21h;
  • Ficam autorizadas atividades esportivas individuais em clubes, como também escolinhas de esportes em clubes e areninhas;
  • Estão autorizadas as aulas práticas do ensino superior e atividades extra-curriculares das escolas, como também os cursos de música, informática, idiomas, entre outros;
  • O toque de recolher será realizado todos os dias das 22h às 5h, em todo o Estado.

POR G1 CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.