Marcelo Paz detalha busca por reforços do Fortaleza e cobrança de Rogério Ceni

Escrito por Alexandre Motaalexandre.mota@svm.com.br 08:37 / 16 de Setembro de 2020. Atualizado às 08:50 / 16 de Setembro de 2020

Presidente tricolor ressaltou que o clube deseja mais contratações para sequência da Série A

A diretoria do Fortaleza segue ativa no mercado em busca de reforços para a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro. As contratações seriam nas posições de: volante, meia e atacante.

“A gente conversa todo dia sobre isso. A gente sabe da necessidade de volante, o Rogério gosta de trabalhar com volantes que saíam para o jogo, que possam construir, a gente pode trazer mais um, mas não adianta ser qualquer jogador, às vezes ele pede um nome que não pode vir, às vezes tem um nome que não é o ideal (para ele). Talvez também mais um meia e mais um jogador de ataque, mas é trazendo de qualidade”, revelou o presidente tricolor Marcelo Paz em entrevista ao Debate Jogada desta terça-feira (15).

Há compreensão do alto nível técnico do elenco atual – a maior parte remanescente de 2019. Com a sequência de jogos e possibilidade de mais substituições, o interesse é manter a capacidade de atuação mesmo quando o técnico Rogério Ceni promover mudanças no time escalado.

Legenda: Rogério Ceni entende o esforço da diretoria tricolor para trazer mais contratações
Foto: Bruno Oliveira / Fortaleza
Os critérios também são minuciosos no momento de efetuar a transferência. Como o time possui 29 atletas (contabilizando a saída confirmada de Edson Cariús ao exterior) e um esquema tático definido (4-2-4), o reforço deve chegar com capacidade técnica para brigar por vaga no time.

O aval de Ceni é muito importante no processo. O departamento de futebol tricolor tenta a chegada de nomes que possam ser utilizados sob o comando do ex-goleiro: atendendo as características exigidas para o coletivo da equipe funcionar.

“O Rogério é exigente, cobra, quer que as coisas funcionem em alto nível, gosta de gente que faz o melhor e se dedica. Todo mundo sabe como ele trabalha, a exigência, mas também entende as dificuldades (do clube), é um cara inteligente. Eu me dou super bem com o Rogério, entendo quando ele está preocupado, converso com ele, uma relação muito profissional, de um cara que todos os dias pensa no Fortaleza, quer que o Fortaleza ganhe”, explica Marcelo.

Sobre os nomes monitoradas pela diretoria, o presidente tricolor descartou qualquer negociação com o volante Elias, ex-Atlético-MG, e o meia Paulo Henrique Ganso, do Fluminense. Jean Mota, do Santos, segue no radar, mas é tratado como difícil pois o Santos não pode registrar mais atletas para o Brasileirão devido punição da Fifa, o que dificulta uma possível liberação do jogador ex-Fortaleza.

Avatar
ALEXANDRE MOTA
ASSUNTOS RELACIONADOS
Esportes
Esportes/brasileirão série a
Esportes/fortaleza esporte clube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.