Mato Grosso do Sul é o 1º estado com mais de 30% da população totalmente imunizada contra a Covid-19

O Mato Grosso do Sul alcançou a marca de 30,39% de sua população completamente imunizada contra a Covid-19, o que representa 852.124 pessoas que tomaram a segunda dose ou a dose única da vacina, segundo dados divulgados pelo consórcio dos veículos de imprensa às 20h desta quinta-feira (22).

A taxa é quase o dobro da nacional: em todo o Brasil, 36.533.170 pessoas já estão completamente imunizadas, o que representa 17,25% da população do país.

Já a primeira dose da vacina contra a Covid-19 foi aplicada em 93.225.911 pessoas em todos os estados e no Distrito Federal, o que representa 44,02% da população brasileira.

No total, 129.759.081 doses foram aplicadas em todo o país.

De ontem para hoje, a primeira dose foi aplicada em 1.136.590 pessoas, a segunda dose em 855.500 e a dose única em 58.039, com um total de 2.050.129 doses aplicadas neste intervalo.

Os estados com maior porcentagem da população imunizada (com segunda dose ou dose única) são o Mato Grosso do Sul (30,39%) e Rio Grande do Sul (23,95%). Já entre aqueles que mais aplicaram a primeira dose estão São Paulo (53,14%) e o Rio Grande do Sul (51,02%).

A informação é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S.Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL. Os dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.

Brasil, 22 de julho

  • Total de pessoas que receberam ao menos uma dose: 93.225.911 (44,02% da população).
  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (que receberam duas doses ou dose única): 36.533.170 (17,25% da população).
  • Total de doses aplicadas: 129.323.712 (84,76% das doses distribuídas para os estados).
  • 25 estados e o DF divulgaram dados novos: GO, PA, RN, RO, SC, MG, AP, ES, AM, SE, MA, RR, PI, PE, SP, PR, PB, MT, DF, RS, BA, RJ, CE, AL, TO e MS.
  • 1 estado não divulgou dados novos: AC.

Total de vacinados, segundo os governos, e o percentual em relação à população do estado:

  • AC: 1ª dose – 329.826 (36,87%); 2ª dose – 104.216 (12,6%; dose única – 8.458)
  • AL: 1ª dose – 1.201.036 (35,84%); 2ª dose – 426.701 (14,21%; dose única – 49.535)
  • AM: 1ª dose – 1.834.241 (43,59%); 2ª dose – 606.516 (15,12%; dose única – 29.691)
  • AP: 1ª dose – 256.058 (29,71%); 2ª dose – 81.247 (10,41%; dose única – 8.478)
  • BA: 1ª dose – 5.844.809 (39,15%); 2ª dose – 2.245.138 (16,66%; dose única – 243.017)
  • CE: 1ª dose – 3.657.764 (39,81%); 2ª dose – 1.494.808 (17,88%; dose única – 147.422)
  • DF: 1ª dose – 1.136.319 (37,19%); 2ª dose – 422.984 (15,32%; dose única – 45.190)
  • ES: 1ª dose – 1.894.790 (46,62%); 2ª dose – 658.191 (18,54%; dose única – 95.382)
  • GO: 1ª dose – 2.815.078 (39,57%); 2ª dose – 1.019.373 (14,33%; dose única – 0)
  • MA: 1ª dose – 2.711.251 (38,11%); 2ª dose – 828.468 (12,83%; dose única – 84.009)
  • MG: 1ª dose – 9.120.965 (42,84%); 2ª dose – 3.098.710 (16,08%; dose única – 325.567)
  • MS: 1ª dose – 1.332.337 (47,42%); 2ª dose – 628.729 (30,39%; dose única – 223.395)
  • MT: 1ª dose – 1.278.172 (36,25%); 2ª dose – 394.157 (13,34%; dose única – 76.179)
  • PA: 1ª dose – 2.964.784 (34,11%); 2ª dose – 1.408.837 (16,21%; dose única – 0)
  • PB: 1ª dose – 1.606.577 (39,77%); 2ª dose – 587.378 (15,95%; dose única – 56.938)
  • PE: 1ª dose – 3.931.320 (40,88%); 2ª dose – 1.314.806 (15,36%; dose única – 162.549)
  • PI: 1ª dose – 1.251.627 (38,14%); 2ª dose – 434.579 (14,55%; dose única – 43.019)
  • PR: 1ª dose – 5.329.647 (46,28%); 2ª dose – 1.659.685 (16,72%; dose única – 266.131)
  • RJ: 1ª dose – 7.133.844 (41,08%); 2ª dose – 2.653.523 (16,67%; dose única – 241.311)
  • RN: 1ª dose – 1.439.617 (40,73%); 2ª dose – 532.751 (15,07%; dose única – 0)
  • RO: 1ª dose – 649.072 (36,13%); 2ª dose – 213.622 (11,89%; dose única – 0)
  • RR: 1ª dose – 204.205 (32,35%); 2ª dose – 68.411 (12,29%; dose única – 9.171)
  • RS: 1ª dose – 5.827.935 (51,02%); 2ª dose – 2.453.151 (23,95%; dose única – 282.219)
  • SC: 1ª dose – 3.342.622 (46,09%); 2ª dose – 1.250.283 (17,24%; dose única – 0)
  • SE: 1ª dose – 957.234 (41,28%); 2ª dose – 293.768 (14,34%; dose única – 38.832)
  • SP: 1ª dose – 24.599.322 (53,14%); 2ª dose – 7.968.221 (19,47%; dose única – 1.044.901)
  • TO: 1ª dose – 574.718 (36,14%); 2ª dose – 176.692 (12,69%; dose única – 25.057)

Quantas doses cada estado recebeu até 22 de julho

  • AC: 489.660
  • AL: 2.239.780
  • AM: 3.165.280
  • AP: 514.060
  • BA: 9.333.930
  • CE: 6.049.118
  • DF: 1.925.160
  • ES: 3.194.130
  • GO: 4.850.890
  • MA: 4.272.380
  • MG: 18.145.830
  • MS: 2.277.860
  • MT: 2.438.340
  • PA: 5.239.820
  • PB: 2.504.710
  • PE: 5.876.400
  • PI: 1.947.680
  • PR: 9.021.950
  • RJ: 15.006.250
  • RN: 2.351.970
  • RO: 979.508
  • RR: 435.260
  • RS: 9.744.056
  • SC: 5.635.160
  • SE: 1.460.030
  • SP: 32.495.016
  • TO: 966.890

Origem dos dados

  • Total de doses: números divulgados pelos governos estaduais.
  • As informações sobre população prioritária e doses disponíveis são do Ministério da Saúde.
  • As estimativas populacionais são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Consórcio

O consórcio de veículos de imprensa foi formado em junho de 2020, em resposta a uma decisão do presidente Jair Bolsonaro de, na ocasião, restringir acesso a dados sobre a pandemia. Os boletins informam, atualmente, o número de pessoas mortas por coronavírus, a quantidade de contaminados e a média móvel, indicador segundo o qual é possível verificar em quais estados a pandemia do novo coronavírus está aumentando, diminuindo ou em estabilidade.

POR G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.