Pequenos negócios estão em processo de retomada dos empregos

Escrito por Sebrae-CE, 07:00 / 10 de Dezembro de 2020.

Empresas estão no processo de recuperação dos empregos perdidos durante o período de fechamento. Formação auxilia empreendedores a se adaptarem ao mercado

Principal parcela de empresas no Brasil, os pequenos negócios também estão sendo responsáveis pelo maior número de oportunidades de emprego. Durante o mês de outubro, o saldo positivo foi de 270.913 empregos em nível nacional. Em comparação, as médias e grandes empresas obtiveram saldo de 123 mil vagas. No Ceará, o saldo positivo por mil empregados foi de 19,66. 

Para Rafael Albuquerque, articulador do Sebrae/CE da unidade de Gestão do Relacionamento com o Cliente, o processo de retomada das atividades fez com que, após as demissões, as pequenas empresas passassem a necessitar de novas contratações para atender às demandas do mercado. Durante os primeiros meses de isolamento, os pequenos negócios perderam cerca de 1 milhão de vagas no Brasil. Os segmentos que mais influenciaram o resultado foram o comércio e a indústria. 

Em comparação aos empregos perdidos, no acumulado de janeiro a outubro de 2020, o saldo negativo foi de 26 mil empregos, deixando mais próximo o objetivo de voltar ao mesmo patamar de empregos de antes da pandemia. “A conscientização dos consumidores sobre a importância de comprar produtos e serviços de pequenas empresas locais contribui para que os pequenos negócios possam gerar mais ocupação e renda na região. O mercado consumidor está cada vez mais exigente, deseja mais comodidade, qualidade e preço justo”, reflete Rafael. 

“A retomada das atividades e a busca de alternativas aos impactos da crise nos trouxeram uma aposta nos pequenos negócios, sobretudo os microempreendedores individuais, como uma importante alternativa para muitos que foram impactados pela crise econômica decorrente da pandemia da Covid-19”, explica. 

O articulador também reforça que os empreendedores precisam se aprimorar de forma continuada, para que a gestão das empresas se mantenha moderna e com práticas inovadoras. A prática, explica, auxilia a manter uma entrega de produtos e serviços que estão em acordo com as expectativas dos clientes. 

Para tanto, é possível acessar cursos no portal do Sebrae como marketplacefluxo de caixaliderança e gestão de equipes. Algumas das formações, inclusive, podem ser realizadas via Whatsapp, como forma de ampliar o acesso e comodidade para os empreendedores. 

Espaço para contato

Uma das ferramentas que o Sebrae disponibiliza para o público é a Central de Relacionamento. Disponível tanto via telefone quanto Whatsapp, o serviço permite que os empreendedores, iniciantes ou experientes, consigam contato com o Serviço para retirada de dúvidas, agendar atendimentos e receber orientações. Outro benefício é a realização de consultorias especializadas com cada negócio. 

Para 2021, o Sebrae também irá permitir que o Microempreendedor Individual (MEI) tenha acesso para realizar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-MEI) por meio da Central. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios


ASSUNTOS RELACIONADOS

Economia/empreendedorismoSebrae-CEEspecial pulicitário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.