Raio e Videomonitoramento: força e tecnologia aplicadas na Segurança para todos no Ceará

maxresdefault

O Ceará conta com dois aliados poderosos para reforçar a segurança pública no Estado. Hoje é possível recuperar um veículo roubado e prender os autores do crime em minutos graças à dobradinha Raio e videomonitoramento. O investimento feito pelo Governo do Ceará na ampliação de equipes do Raio para o Interior potencializou o número de capturas de infratores e de apreensões de materiais ilícitos, com destaque para armas de fogo e drogas, além de localizar veículos frutos de roubos.

 

Unindo forças com o trabalho de rua, o sistema de videomonitoramento permitiu aos policiais enxergar além do que o olho humano pode alcançar. As duas estratégias de segurança estão permitindo aos profissionais da segurança a elaboração de um planejamento mais eficiente das ações policiais, diminuindo o tempo resposta, aumentando a eficácia do serviço e impactando diretamente na vida do cidadão.

 

A dobradinha Raio e videomonitoramento alcança mais de 40 municípios na Região Metropolitana de Fortaleza e Interior. O trabalho de integração entre o sistema de segurança do Estado e a tecnologia aplicada ao videomonitoramento têm resultado diariamente na elucidação de roubos e prisões de suspeitos por roubo, furto e receptação de veículos. Juntos, a leitura de placas viabilizada pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), o monitoramento das câmeras e a habilidade dos profissionais do Raio nas ruas contribuem para dar mais agilidade às abordagens das composições da Polícia Militar, resultando em mais prisões e apreensões.

 

Expansão Raio

 

O Ceará conta com unidades do Raio em 43 municípios espalhados nas principais regiões do Ceará. Além da Capital, são 11 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e 31 no Interior. Com uma formação que inclui aulas práticas de pilotagem de motocicleta, tiro policial, defesa pessoal e técnicas policiais especiais, os raianos são preparados para agir nos mais diversos cenários apresentados, principalmente, pelo fato de poderem acessar com mais facilidade ruas estreitas e locais longínquos, mantendo alto grau de destreza e segurança durante as ações e operações de patrulhamento tático. Atualmente, o Raio possui 2.387 policiais militares atuando em 43 municípios do Interior, RMF e na Capital, com auxílio de 1.364 motocicletas e 80 viaturas.

 

O processo de interiorização do Raio iniciou em 2015, com a instalação de batalhões responsáveis por centralizarem as ações em nove grandes regiões do Estado. Neste sentido, receberam unidades as cidades de Juazeiro do Norte (Cariri), Sobral (Região Norte), Itapipoca (Litoral Oeste), Iguatu (Centro-Sul), Crateús (Sertão de Crateús), Tauá (Sertão dos Inhamuns), Quixadá (Sertão Central), Russas (Vale do Jaguaribe) e Canindé (Sertão de Canindé).

 

Na segunda etapa de interiorização, as bases foram implantadas nas cidades com mais de 50 mil habitantes. Nesta fase, foram implantados os batalhões de Maracanaú, Caucaia, Maranguape, Crato, Eusébio, Acaraú, Aracati, Beberibe, Horizonte, Aquiraz, Cascavel, Morada Nova, Limoeiro do Norte, Quixeramobim, Icó, Mombaça, Granja, São Benedito, Camocim, Brejo Santo, Pacajus, Pacatuba, Santa Quitéria, Baturité, Tianguá, Barbalha, Itapajé, Boa Viagem, Parambu, São Gonçalo do Amarante, Lavras da Mangabeira, Viçosa do Ceará e Trairi. Ou seja, o Raio opera hoje em todos os municípios mais populosos do Estado.

 

Resultados atuais

 

Ao todo, o sistema de videomonitoramento do Ceará conta com 3.304 equipamentos, destes 2.543 estão instalados na Capital e 761, em 42 municípios da Região Metropolitana de Fortaleza e Interior. As imagens geradas pelos equipamentos são integradas às câmeras do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Prefeitura de Fortaleza, e são acompanhadas em tempo real pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). No interior, cada unidade do Raio dispõe de uma sala de monitoramento para realizar o controle das ocorrências.

 

As câmeras do sistema de videomonitoramento são de alta performance e capazes de realizar giros de 360 graus, com visão noturna. Das diversas funcionalidades que o monitoramento via câmeras possui, destaca-se o uso atrelado ao Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), que permite fazer a leitura de placas veiculares e identificar veículos furtados, roubados e clonados. Quando um carro é detectado pelo Spia, um alerta é gerado para os operadores, que iniciam o monitoramento do veículo e acionam as viaturas da região para fazer a abordagem.

 

O uso da tecnologia e a aplicação de novas estratégias contra o crime transformaram o Ceará em modelo para o restante do Brasil na utilização de soluções tecnológicas aplicadas à área da segurança pública. E os números atestam a eficiência das estratégias policiais. Nos cinco primeiros meses de 2019, o Ceará registrou uma queda de 50% nos roubos de veículos, em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram 4.274 veículos subtraídos de seus proprietários nos cinco primeiros meses de 2018 diante dos 2.155 registro do mesmo período.

 

Assim como os resultados positivos alcançados em outros índices criminais, o Ceará registrou uma redução de 61% nos roubos de veículos de carga, no período de janeiro a maio de 2019. No ano passado, foram 121 crimes, contra 47, neste ano. O balanço alcançado até agora pelas forças de segurança é uma continuidade do que a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS-CE) já havia registrado em 2018, quando o ano fechou com uma diminuição de 21,3%, se comparado a 2017. Neste mês de maio, o Estado chega ao 24° mês seguido de queda nos roubos em geral.

 

Ampliação

O próximo passo é levar para as cidades com mais de 30 mil habitantes a estrutura do videomonitoramento e do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), com efetivo especializado para combater os crimes nessas localidades.

 

Os municípios de Amontada, Bela Cruz, Guaraciaba do Norte, Ipu, Ipueiras, Itaitinga, Itarema, Jaguaribe, Jaguaruana, Massapê, Mauriti, Missão Velha, Nova Russas, Paracuru, Paraipaba, Pedra Branca, Pentecoste, Santana do Acaraú, Tabuleiro do Norte, Ubajara e Várzea Alegre serão os próximos a serem beneficiados com a dobradinha Raio e videomonitoramento.

 

Todas as 21 cidades já são atendidas por outras equipes do Raio já existentes. Cidades como Bela Cruz e Itarema, por exemplo, são amparadas por equipes do Raio de Acaraú.

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.