Tempestade Ida causa mortes e inundações em Nova York

Ao menos oito pessoas morreram em Nova York e em Nova Jersey devido à tempestade tropical Ida, que já deixou seis mortes e causou um rastro de destruição no Sul do país e agora coloca os dois estados em emergência e sob alerta de tornados.

A polícia da cidade de Nova York confirmou sete mortes, incluindo uma criança de 2 anos, um homem de 50 anos e uma mulher de 48 anos que foram encontrados inconscientes dentro de uma casa na noite de quarta-feira (2). Duas mortes foram relatadas em Nova Jersey.

A tormenta já causou inundações e interrompeu o funcionamento de quase todas as linhas do metrô de Nova York, que ficaram completamente alagadas (veja no vídeo acima). Algumas estradas estão intransitáveis e há alerta de tornados no Brooklyn.

Veículo atravessa via alagada em meio a barreiras de segurança flutuando na enchente em Williamsburg, no bairro do Brooklyn, em Nova York, em 1º de setembro de 2021 nos Estados Unidos — Foto: Jaymee Sire via Reuters

Veículo atravessa via alagada em meio a barreiras de segurança flutuando na enchente em Williamsburg, no bairro do Brooklyn, em Nova York, em 1º de setembro de 2021 nos Estados Unidos — Foto: Jaymee Sire via Reuters

A governadora de Nova York, Kathy Hochul, e o governador de Nova Jersey, Phil Murphy, declararam estado de emergência. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, também declarou emergência na cidade e pediu aos moradores para ficarem em casa.

Os tornados gerados pela tempestade já atingiram partes da Pensilvânia e de Nova Jersey. Ao menos nove casas foram destruídas em Mullica Hill, Nova Jersey, e o aeroporto Newark Liberty suspendeu alguns voos.

Furacão Ida

O Ida atingiu os Estados Unidos como um furacão de categoria 4 na tarde de domingo (30), exatos 16 anos após o Katrina devastar a Louisiana e o Mississippi e deixar 1,8 mil mortos e bilhões em prejuízos.

Com ventos de 230 km/h, o Ida foi o 5º furacão mais forte da história a atingir o continente, segundo a agência de notícias Associated Press.

O Ida foi rebaixado para tempestade tropical na segunda-feira (30), mas continuou causando estragos pelo país.

Casas inundadas após a passagem do furacão Ida em Lafitte, no estado de Louisiana, em  30 de agosto de 2021 nos Estados Unidos — Foto: David J. Phillip/AP

Casas inundadas após a passagem do furacão Ida em Lafitte, no estado de Louisiana, em 30 de agosto de 2021 nos Estados Unidos — Foto: David J. Phillip/AP

15 mortos até agora

Antes das nove mortes em Nova York e Nova Jersey, a tormenta havia deixado seis vítimas em três estados: duas na Louisiana, duas no Mississippi e duas no Alabama.

No Alabama, dois eletricistas morreram quando consertavam danos causados à rede elétrica na terça-feira (31).

As duas vítimas na Louisiana são um homem de 60 anos que teve a casa atingida por uma árvore perto de Baton Rouge, a capital do estado, e um motorista que morreu afogado em Nova Orleans.

No Mississippi, duas pessoas morreram e dez ficaram feridas em uma rodovia destruída pelo furacão. Três dos feridos estão em condições críticas, segundo a polícia rodoviária do estado.

Autoridades dizem que o número de mortos poderia ter sido muito maior não fosse o sistema de diques que foi construído ao redor de Nova Orleans após a devastação do Katrina em 2005.

Barcaça destrói ponte em Lafitte, no estado de Louisiana, após a passagem do furacão Ida em 30 de agosto de 2021 nos Estados Unidos — Foto: David J. Phillip/AP

Barcaça destrói ponte em Lafitte, no estado de Louisiana, após a passagem do furacão Ida em 30 de agosto de 2021 nos Estados Unidos — Foto: David J. Phillip/AP

VEJA TAMBÉM:

Avião chacoalha ao entrar dentro de furacão Ida

–:–/–:–

Avião chacoalha ao entrar dentro de furacão Ida

POR G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.